Blog

Dicas e novidades do universo da radiocomunicação.

Motivados pelo desafio e apaixonados por nosso ramo de atuação, selecionamos os melhores conteúdos de nossa área, aproveite e boa leitura!

Qual a diferença entre UHF e VHF?

Qual a diferença dentre VHF e UHF?

Normalmente quando os clientes vão escolher um radiocomunicador dificilmente pensam entre estas duas opções: VHF e UHF. Qual a diferença entre elas? Quais as vantagens e desvantagens em optar por uma ou outra faixa de frequência? Os equipamentos podem trabalhar de forma conjunta? Para explicar e deixar o cliente seguro da sua escolha vamos primeiramente explicar as diferenças técnicas entre elas.

As frequências são recursos limitados no planeta em que vivemos, assim como a água ou qualquer recurso mineral, a vantagem é que ela não se extingue, como estes primeiros, mas não é possível multiplicar as frequências em um número sem fim.

De forma prática, a descoberta que a comunicação poderia ser transportada através das ondas de rádio frequência revolucionou o mundo do século XX e hoje além de amplamente utilizada podemos dizer que é impossível pensar que um dia ela deixará de ser.

Mas além da comunicação de voz, esta tecnologia permitiu também a transmissão de dados e muitos equipamentos puderam ser controlados e monitorados com esta tecnologia.
Fisicamente as frequências foram classificadas e divididas por faixas sendo:

MHzDescrição
0,003 – 0,03VLF (Very Low Frequency)
0,03 – 0,3LF (Low Frequency)
0,3 – 3,0MF (Medium Frequency)
3,0 – 30HF (High Frequency)
30 – 300VHF (Very High Frequency)
300 – 3.000UHF (Ultra High Frequency)
3.000 – 30.000SHF (Super High Frequency)
30.000 – 300.000EHF (Extremely High Frequency)

A faixa VHF varia entre 30MHZ e 300MHz e a UHF varia entre 300MHz e 3GHz.

Na prática os fabricantes desenvolvem seus produtos por faixas e subfaixas de acordo com as regras da ANATEL para cada uso:

Na faixa do VHF por exemplo existem os equipamentos utilizados em áreas marítimas, aéreas e terrestres.

VHF Marítimo Analógico156.025-157.425MHz
VHF Aeronáutico118-136.992MHz
VHF Terrestre136-174MHz

Na faixa UHF existe uma grande variação nas subdivisões destas frequências dependendo do protocolo de comunicação utilizado (DMR. APCO25, TETRA).

Por exemplo o DMR Mototrbo utiliza – 403-527MHz para os modelos da linha DEP.

Já no protocolo APCO25 os modelos da Motorola podem ser encontrados nas seguintes faixas:

UHF 1380-480MHz
UHF 2450-520MHz
700/800MHz764-776MHz,
794-806MHz,
806-824MHz,
851-870MHz.
900MHz896-902MHz,
935-941MHz.

Inicialmente os rádios eram puramente analógicos e as frequências foram organizadas e subdivididas em bandas de 25kHZ.

Com a evolução tecnológica a comunicação de rádio passou de analógico para digital, assunto que explicamos melhor no nosso outro artigo Por que digital?

Para um melhor aproveitamento, controle e gestão eficiente de uso deste recurso a ANATEL passou também a definir para cada segmento faixas exclusivas em caráter primário e secundário.

Depois desta rápida explicação técnica sobre as frequências, podemos responder as perguntas acima.

Qual a diferença entre elas?

A diferença está na quantidade de oscilações por segundo desta onda eletromagnética. Quanto maior o número de oscilações por segundo (valor da frequência) maior capacidade de uma onda eletromagnética transpor uma barreira física. Outra diferença é a extensão da faixa (ver na tabela acima), VHF de 270MHz e UHF de 2.700MHz, ou seja, suporta muito mais usuários simultaneamente.

Constata-se também que ondas VHF ‘viajam mais longe’ por oscilarem menos dos que a de UHF que refletem e dispersam-se com mais facilidade.

Quais as vantagens e desvantagens em optar por uma ou outra faixa de frequência?

Com esta explicação podemos concluir que frequências VHF são recomendadas para ambientes externos enquanto frequências UHF são recomendadas para ambientes internos.

Porém por questões de segurança da saúde do usuário quanto maior a frequência menor deve ser a potência do equipamento, desta forma temos rádios portáteis – HT – em VHF na potência de até 5W e em UHF de até 4W.

Os equipamentos podem trabalhar de forma conjunta?

Não, inclusive equipamentos UHF podem ser encontrados em diversas faixas, e normalmente recebem a nomenclatura comercial de UHF1, UHF2 e UHF 350MHz, onde cada equipamento se comunica exclusivamente com equipamentos da mesma faixa.

Como escolher a melhor frequência para meu uso?

Dependendo da sua operação recomendamos a utilização de uma ou outra, o que pode ser claramente comprovado em um estudo de predição por exemplo.

De forma geral as frequências VHF são utilizadas em segmentos como: Agronegócio & Reflorestamento, Petróleo & Gás, Utilities, Segurança Pública & Emergência, Portos, Ferrovias, Transporte e Logística e Municipalidades. Já as frequências UHF são mais indicadas nos segmentos Indústria, Construção Civil, Eventos, Hotelaria e Varejo.

É importante escolher a frequência certa com base nas suas necessidades e fazer uma avaliação cuidadosa de todas as opções disponíveis antes de tomar uma decisão. Além disso, é importante lembrar que a escolha do radiocomunicador certo dependerá de muitos outros fatores, incluindo a qualidade do equipamento, o preço e o suporte ao cliente. Por isso, a DRJ indica sempre os rádios da Motorola Solutions, que podem operar tanto como em UHF ou em VHF, dependendo das necessidades da sua empresa.

icone de selo de qualidade

Experiência em desenvolver, implantar e manter sistemas de radiocomunicação profissionais.

Equipamentos em radiocomunicação, com tecnologia e qualidade

Soluções em radiocomunicação para diversos segmentos, mantendo a sua empresa conectada ao melhor da tecnologia e transmissão de dados.

Últimas
Postagens